Tema: História > fotografia brasileira

A experiência da Revista Bondinho

Rubens Fernandes Junior | 4.fev.2017

Sou “revisteiro” assumido e já declarei minha paixão pelas revistas, principalmente por aquelas que fizeram história e hoje estão quase esquecidas pelas novas gerações. Gostaria de recuperar um título pouco conhecido cuja experiência é importante para entendermos algumas das articulações desencadeadas nos anos 1970 para a sobrevivência do jornalismo sério e competente em plena ditadura. Trata-se da revista Bondinho, de periodicidade quinzenal, editada  por Arte & Comunicação, que também editava a Grilo, de quadrinhos, e a Revista de Fotografia. Inicialmente Bondinho foi patrocinada pelo Grupo Pão de Açúcar que aLeia Mais

Caio Prado Jr. fotógrafo

Rubens Fernandes Junior | 26.abr.2016

Recentemente tive acesso ao livro Caio Prado Jr – o legado de um saber-fazer histórico, editado em 2013 pela Hucitec e organizado por Antonio Gilberto R. Nogueira e Adelaide Gonçalves, ambos professores do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Ceará. A edição é composta de 7 ensaios e uma preciosa cronologia. O ensaio que chamou minha atenção é assinado pelo Antonio Gilberto R. Nogueira, denominado “O Nordeste em diapositivo: o viajante, o fotógrafo e a escrita da história”. Antonio Gilberto torna público,Leia Mais

Ao vô Manoel

Pio Figueiroa | 20.jul.2015

São Paulo, 24 de junho de 2015. Oi vô, nesta carta, é a você que quero expressar minha percepção sobre uma pesquisa recente que compõe a exposição Ver do Meio. Sinto que você desenhou a minha vida desde que deixou Jurema, fugido pelas discórdias na política. Em Gravatá, para onde levou a família, sua filha – minha mãe – conheceu meu pai. Meu pai descendente de italianos: Calábria Lapenda. Eu nasci em Recife. Adulto, parti para São Paulo. Devo falar aqui sobre migração e lembrei da gente. Em mim moraLeia Mais

Travessias

Rubens Fernandes Junior | 6.jul.2015

German Lorca é, seguramente, uma das poucas unanimidades na fotografia brasileira. Sua obra pode ser entendida por meio das diversas travessias que percorreu ao longo de sua extensa trajetória, em busca de imagens que agradassem seu espírito inquieto e seu olhar curioso. Uma obra que nos faz ver o visível através de uma gênese inspirada diante do mágico espetáculo da vida cotidiana. Da primeira experiência com a fotografia, em meados dos anos 1940, ainda muito jovem, até sua última série, Geometria das Sombras, realizada em 2014, podemos vislumbrar algumas característicasLeia Mais

Moderna para Sempre: Foto Clube Bandeirante

Rubens Fernandes Junior | 5.fev.2014

Depoimento concedido ao Itaú Cultural sobre o Foto Clube Bandeirante, em torno da exposição Moderna para Sempre – Fotografia Modernista Brasileira na Coleção Itaú Cultural.Leia Mais

O fantasma de Baudelaire

Ronaldo Entler | 11.dez.2013

Há algumas semanas, foi divulgado um retrato feito no século XIX de um certo Sr. Arnauldet, e que deixa aparecer ao fundo um intruso que foi identificado como sendo Baudelaire. Foi Serge Plantureux, marchand de fotografias de Paris, quem adquiriu essa imagem e, a partir de alguns dados levantados na Biblioteca Nacional da França, convenceu-se de que eram grandes as chances de se tratar mesmo daquele poeta. O modo hesitante como espia a performance do fotógrafo e do fotografado denuncia sua consciência de estar onde não deveria. Resta um corpoLeia Mais

Os postais efêmeros da enigmática Série F

Rubens Fernandes Junior | 7.maio.2013

O que significa para a cronologia da fotografia apresentar novos nomes e fatos que poderão trazer mais consistência à sua história? Evidentemente, os novos dados são sempre bem vindos, mas não podemos esquecer que muitas vezes eles nascem relacionados a uma experiência vivida, relatada oralmente por aqueles que participaram do processo. À medida que nos distanciamos no tempo, algumas dessas iniciativas se valorizam, outras se perdem nas sombras do esquecimento, e temos aquelas que vão se manifestando aos poucos, até encontrar o momento exato para se tornarem públicas. Como muitosLeia Mais

Revistas – papéis efêmeros

Rubens Fernandes Junior | 23.abr.2013

Já declarei minha fissura por revistas. De preferência as mais antigas, editadas entre 1940 e 1970 no Brasil, período em que a fotografia brasileira começa a se libertar da visão que a toma como representação objetiva dos fatos para, aos poucos, ser entendida como uma forma de expressão daqueles que dela se utilizavam. Recentemente completei minha coleção da revista Mirante das Artes, etc, editada por Pietro Maria Bardi para alavancar sua galeria de mesmo nome, localizada à rua Estados Unidos, 1494. Com 12 edições e periodicidade bimestral, iniciou seu percursoLeia Mais
Por ocasião da terceira edição do Festival de Fotografia de Tiradentes, realizado entre 4 e 10 de março, tive o prazer de me encontrar diariamente com Maureen Bisilliat que acompanhava a montagem de sua exposição Adesão: Junção/Ligação/União – fotografias escolhidas para transformação. Achou estranho e longo o título? Na verdade, foi surpreendente para todos nós como Maureen, no alto dos seus 82 anos, mostrava sagacidade e talento para provocar a mais excitante experiência fotográfica do festival. A exposição montada no espaço do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional)Leia Mais

Kurt Klagsbrunn, fotógrafo

Mauricio Lissovsky | 26.fev.2013

Há uma zona de sombra na história da fotografia brasileira. Ela se estende desde a segunda década do século XX até os anos que se seguiram ao fim da Segunda Guerra Mundial. Uma lacuna que só recentemente começa a ser preenchida com algumas pesquisas acadêmicas, uns poucos livros e a recuperação e organização de escassos acervos. Um esquecimento que corresponde a toda uma geração de fotógrafos, oriundos da Europa Central, que vêm dar ao Brasil na condição de refugiados ou imigrantes que procuram escapar da crise econômica e da perseguiçãoLeia Mais

Experimentação e engajamento

Ronaldo Entler | 17.jun.2012

A fotografia conquistou seu lugar no mundo alardeando seu compromisso com a realidade. Muitas vezes, ela ignorou essa promessa e inventou mundos para si, outras tantas, ela negociou modos bastante paradoxais de cumpri-la. Mas permaneceu de prontidão: sempre que a realidade se voltava contra os homens, a fotografia estava lá para denunciá-la. Esse raciocínio é válido. Mas ele pode se contorcer numa fórmula histórica perigosa que opõe a experimentação plástica às demandas sociais dos tempos de crise. Acabo de visitar uma exposição no MAC-SP, e lá estava um trecho deLeia Mais

MIS – centro irradiador de fotografia

Rubens Fernandes Junior | 14.maio.2012

O MIS – Museu da Imagem e do Som de São Paulo retoma agora seu trabalho com a fotografia. A programação a partir deste mês de maio tenta recuperar o brilho e o prestígio do museu nessa área, um tanto esmaecido nos últimos anos. Essa retomada é muito importante num momento em que a fotografia ganha expressão e proximidade com a arte contemporânea e espaço nos museus, galerias e instituições culturais. Nunca a fotografia alcançou tanto destaque como agora. Portanto, nada mais justo o MIS se reposicionar em relação àLeia Mais
Jorge de Lima. O nome da Musa (Acervo IEB)

As fotomontagens de Jorge de Lima

Rubens Fernandes Junior | 23.abr.2012

Na historia da fotografia brasileira temos algumas experiências isoladas que merecem nossa atenção. Na maioria das vezes, são iniciativas que adquiriram importância por estarem desconectadas do fluxo sequencial da linguagem ou por se tornarem demonstração de interesses particulares de artistas mais inquietos que foram atraídos por alguns aspectos inusitados do fazer fotográfico. Um desses artistas é Jorge de Lima (1893 – 1953), alagoano, médico, romancista, poeta, pintor (esteve na I Bienal de São Paulo, em 1951) e que, por um curto período, também trabalhou com a fotografia. Mas não foiLeia Mais

A fotografia e a Semana de 22 – Parte II

Rubens Fernandes Junior | 26.mar.2012

A Semana de Arte Moderna comemora seus noventa anos e acredito que ninguém pode negar sua importância como evento que rompeu alguns paradigmas que imperavam na literatura e nas artes em geral daquele momento. Entendo a Semana como uma pequena insurreição que deve sim ser celebrada, mas hoje, com o distanciamento histórico, podemos também apontar alguns vazios que não foram ocupados pelos precursores do movimento. Como entender, por exemplo, a ausência da fotografia e do cinema, duas linguagens em plena ebulição nas primeiras décadas do século passado? Nesse mesmo período,Leia Mais

A fotografia e a Semana de 22 – Parte I

Rubens Fernandes Junior | 26.fev.2012

Na celebração dos noventa anos da Semana de Arte Moderna, há várias homenagens e publicações que tentam dar conta da extensão e da importância que o evento teve nas artes em geral. Mas poucos discutem as lacunas e as ausências cada vez mais evidentes à medida que nos distanciamos no tempo. No dia 15 fevereiro de 1922, duas semanas antes do Carnaval, teve início a Semana de Arte Moderna no Teatro Municipal de São Paulo. Em tese, este acontecimento cultural com preocupações nacionalistas poderia ter ampliado sua ressonância caso seLeia Mais

Revista Joia vê o Brasil

Rubens Fernandes Junior | 12.fev.2012

O ano de 2012 começou para mim com várias frentes de pesquisa e novos projetos. Um deles é tentar organizar informações a fim de elaborar uma cronologia e uma reflexão sobre a fotografia, os fotógrafos e a moda no Brasil, prevista para o segundo semestre de 2013. Claro que, se olharmos para os últimos quinze anos, vamos nos deparar com algumas tentativas de sistematizar uma história da moda, uma vez que o país é hoje referência e alcança até mesmo algumas iniciativas de excelência na área. Mas, na maioria dasLeia Mais

A internacionalização da fotografia brasileira

Rubens Fernandes Junior | 22.ago.2011

Na semana passada participei como convidado dos Encontros de Agosto, realizado em Fortaleza, iniciativa do Fórum da Fotografia – Ceará. A primeira edição do evento teve como tema geral Fotografia Contemporânea – linguagem e pensamento e contou com seminários, palestras, exposições e workshops. Essas atividades buscaram refletir as questões próprias da fotografia, em particular sua inserção no campo das artes. Minha participação se deu através de uma rápida palestra denominada A internacionalização da fotografia brasileira, a partir de uma provocação feita por Tiago Santana. Aliás, essa provocação gestou um novoLeia Mais

Viva Farkas!

Rubens Fernandes Junior | 29.mar.2011

Na última sexta-feira a fotografia brasileira perdeu o seu maior entusiasta: Thomaz Farkas. Também o cinema perdeu a inteligência e a sensibilidade de um dos nomes mais emblemáticos da imagem criativa da segunda metade do século XX. Trabalhamos juntos na Coleção Pirelli-Masp por 20 anos e em muitas outras oportunidades. Posso afirmar que sua alegria de viver intensamente todos os momentos sempre foi explícita e a imagem, em particular a fotografia, foi uma das suas paixões mais delirantes. Desde o início dos anos 1940, quando participa do Foto Clube Bandeirante,Leia Mais
Meu primeiro álbum de fotografia foi feito por um fotógrafo itinerante de uma tal Cia. Fotográfica Euclydes, de Lins, interior de São Paulo. Não havia câmera em casa, mas a fotografia já tinha seu papel na construção da imagem de uma família e de uma infância feliz. Os tempos eram outros, uma periferia de São Paulo quase interioriorana, a casa simples da minha avó, ingredientes de uma inocência que não existe mais. Tocavam campainha e simplesmente abria-se a porta. Podia ser pesquisador, vendedor, evangélico, e logo a pessoa estava noLeia Mais

Um ano sem Otto Stupakoff

Rubens Fernandes Junior | 2.maio.2010

Dia 22 de abril fez um ano que Otto Stupakoff (1935 – 2009) nos deixou. Quem o conheceu sabe que era um homem culto, que dominava vários idiomas, um gentleman que articulava como ninguém esse seu saber com inteligência e perspicácia. Fiquei pensando como poderia prestar uma homenagem sem ser piegas e sem deixar de registrar sua ausência sentida. Com certeza, a mídia não faria menção alguma a ele, como não fez, e muito menos se lembraria daquilo que já passou. Diante disso resolvi compartilhar e aqui registrar uma dasLeia Mais